30/06 parte 2.

Eu só queria te dizer que independente de eu ter palavras bonitas ou não, a parte mais sincera e que eu tenho mais orgulho do meu amor é a que você quase não vê, mas que aparece todos os dias antes de dormir. Todos os dias antes de dormir eu repasso o dia mentalmente e penso na gente, independente de só ter acontecido coisas boas ou não, eu só penso na gente e respiro fundo pensando como eu sou absolutamente sortuda por ter você. Afinal, eu não escrevo coisas maravilhosas sempre, e quase nunca consigo expressar o quão especial o nosso amor é, mas lá, de noite e sozinha, eu sempre consigo chegar na plenitude do que eu sinto e respeitar isso.

Quando eu pedi pra você confiar em mim, há um tempinho atrás, eu não menti. Eu nem sequer coloquei o carro na frente dos bois. Eu fui bem coerente com o que eu senti quando passei o dedo em cima da sua pintinha, ali perto do olho, e não tremi na base como fiz algumas vezes depois daquele dia. Mas não foi o sentimento que estremeceu, e sim tudo que existe aqui dentro fora ele. Porque, você acreditando ou não, tudo aqui se tornou rapidamente acoplado e dependente do seu sorriso e do seu toque. Das suas pequenas perfeições cotidianas que me fazem ficar disfarçadamente encantada mesmo após 8 meses de idas ao rio sul, ao fundão, à FND, ao Starbucks.

Eu só queria dizer que por mais que nem sempre eu consiga falar exatamente o que você quer ouvir, ou de uma forma bonitinha que te emocione, eu tento com frequência. Eu tento e não vou parar de tentar. Porque você é a minha pessoa predileta no mundo inteiro e me esforçar em te fazer feliz e conseguir com que você se sinta amado são atos tão prazerosos quanto o brownie da Duda.

As vezes eu me perco e não consigo escrever um texto com pé e cabeça, porque necessariamente sempre são tantas coisas pra comentar, tantas peculiaridades para ressaltar. Tantos sonhos para ver se você topa sonhar.
Eu nunca tinha encarado o fato de você reler tanto o primeiro texto que eu te fiz como algo preocupante, até hoje. Hoje, eu respirei fundo e pensei: será que ele sente falta do que eu sentia lá naquela época? Será que ele pensa que alguma coisa mudou? Ou piorou? E eu fiquei aflita. Fiquei aflita e me senti motivada a vir aqui escrever, não tão bonito quanto sempre, mas talvez com um conteúdo ainda mais importante.

Não tem uma célula aqui dentro que não te ame. Todos as suas fraquezas, todos os seus progressos, todo o seu potencial, todas as suas dores. Minhas células amam todas as suas células. Não tem nada que passe despercebido, você é como se fosse a coisa mais bonita que eu já vi e que, por acaso, está no meu caminho todos os dias. Eu analiso, detalho, me surpreendo e sempre descubro algo novo. Eu nunca fico entediada do seu lado. Todas as suas perguntas, todos os seus limites, eu amo. Eu amo. Eu te amo, tá?

Mesmo quando o mundo está brincando com a gente, testando até onde nós vamos juntos, mesmo quando todos duvidam. Eu não tenho dúvidas. Eu posso até precisar filosofar pra confirmar e racionalizar, mas não existem dúvidas. Você parece que fez de mim uma pessoa completamente nova. Mais sensível, mais doce, mais sonhadora e mais mulher.

E eu vou sempre estar aqui pra você.
Acho que eu nunca falei isso, mas foi essa a minha conclusão de junho, e com prazer te digo hoje.
Eu sempre vou estar aqui pra você. Mesmo que você não esteja por mim. Eu te amo incondicionalmente, e mesmo que você não me ame mais, eu sempre vou ter o dia 5. Eu nunca vou ter dúvidas de que você foi o amor da minha vida, dessa e da próxima. Você me conquistou de uma forma tão profunda, tão verdadeira, tão real. Eu tenho certeza do quanto é de verdade e pra sempre. Sem pular etapas, eu te amo nessa tanto quanto te amarei na próxima. Não preciso morar contigo ou dormir junto contigo todos os dias pra saber que é isso que eu quero. Não preciso nem mesmo te ver pra saber que você é a melhor companhia de todas. Você não precisa ficar me conquistando todos os dias de novo, porque adivinha só? Surpreendentemente, eu, que sempre fui a favor da eterna conquista, descobri que quando a gente é fisgada… Não tem dia morno que consiga amortecer o amor. Você me conquista só de respirar e de parecer um ursinho panda dormindo. Eu parei pra te observar outro dia e eu só queria ficar ali pra sempre, sabe? Eu só queria aquela perfeição o máximo de tempo possível. Você, sereno, tranquilo, feliz, do meu lado e sendo meu. Você respirando contra a minha respiração e nossos corpos se tocando, me provando que eu estava acordada e não sonhando. Você ali comigo sem ninguém por perto. É exatamente disso que eu lembro antes de dormir e por isso que eu me sinto tão sortuda. Eu não sei se qualquer uma iria dar valor pra isso como eu dou, mas eu dou, e eu me sinto muito sortuda porque foi comigo que as coisas deram certo. Porque foi comigo que você conversou horas e horas, se abriu e foi andar de long na lagoa. Porque foi comigo que você passou uma noite quase inteira conversando, seja na cama ou no play, e foi comigo que você descobriu que as mulheres eram doidas mesmo. Mentira, isso foi com a chatonilda lá. Mas enfim, eu acho que foi comigo que você descobriu o que é amor. E se não foi, pelo menos eu tenho certeza de que foi comigo que você descobriu o que é ser amado sem reservas. Porque você é. Absolutamente.

Você é a minha distração mais eficiente e a minha melhor motivação. Obrigada por ser tudo que eu preciso. Eu te amo e sempre vou te amar. Mesmo que a gente tenha noites ruins, manhãs mais ou menos e tardes morgadas. Esses dias jamais vão roubar o brilho de todos os outros em que a gente gargalhou, filosofou, se divertiu e desabafou juntos. Os momentos ruins nunca vão ser mais fortes do que todos em que a gente descobriu que somos nós dois contra o mundo e podemos tudo se estivermos unidos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s